Caminhoneiros organizam greve geral para início de fevereiro

A orientação das entidades é de que no dia 1º de fevereiro os caminhoneiros fiquem em casa – (Foto: Reprodução)

Categoria alega que os preços dos combustíveis estão abusivos

Entidades representantes dos caminhoneiros decidiram que no próximo dia 1º de fevereiro haverá uma paralisação nacional. A decisão foi tomada na Assembleia Geral Extraordinária do Conselho Nacional de Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC), realizada na última terça-feira (05).

De acordo com a categoria, a principal reivindicação está relacionada a alta no valor dos combustíveis, o que é considerada abusiva. Além disso, os caminhoneiros também buscam, entre outras pautas, o estabelecimento de um piso mínimo de frente para o transportador autônomo, aposentadoria especial, marco regulatório do transporte e uma fiscalização mais atuante da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

A orientação das entidades é de que no dia 1º de fevereiro os caminhoneiros fiquem em casa. No entanto, ainda é incerto que o movimento ganhe força, pois há um racha nas lideranças da mobilização. Existe receio dos líderes de que sejam questionados pela Justiça por conta da pandemia provocada pela Covid-19.

Total
0
Shares
Related Posts