Cantor sertanejo morre com tiro acidental no olho

Acidente ocorreu na tarde desta terça-feira, dia 13, dentro de um lavajato, em Goiânia

O cantor sertanejo e sanfoneiro Diego Souza Sá, de 28 anos, morreu na tarde desta terça-feira, dia 13, ao levar um tiro na cabeça acidentalmente disparado pelo proprietário de um lavajato na 10ª Avenida, no Setor Vila Nova, em Goiânia.

A vítima acompanhou um primo que foi ao local lavar um carro. Ao chegarem no lavajato se encontraram com o proprietário que lhes mostrou um revólver calibre 38 que estava vendendo.

Diego Souza manuseou a arma e devolveu ao proprietário. No momento em que ele a estava guardando em um armário houve o disparo que lhe acertou o olho.

Segundo o primo, o autor ficou desesperado e disse que ia chamar socorro. Levou a arma consigo e não voltou mais ao local.

Um homem que se apresentou como advogado do dono do comércio ligou para a delegada Myriam Vidal, da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), e informou que seu cliente irá se apresentar nas próximas horas e entregará o revólver à polícia.

Ele vai responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Familiares disseram que Diego fazia shows em Goiânia e no interior de Goiás. Ele deixa a mulher e dois filhos. Para superar as dificuldades impostas pela pandemia do coronavírus, Diego fazia e vendia linguiças artesanais.

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia.

Total
7
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts