Eleições 2022: Determinação de Bolsonaro racha PL em Goiás

Partido manifesta apoio a Gustavo Mendanha, mas presidente da República quer lançar Vitor Hugo

A chegada do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), ao Partido Liberal (PL) já provoca racha na sigla em Goiás. Nesta quinta-feira (25), Bolsonaro afirmou que o partido deve ter candidatura própria ao Governo de Goiás e que o nome deve ser de um militar que é seu aliado de primeira hora. E quem deve ter a benção de Bolsonaro é o deputado federal Vitor Hugo (PSL).

No entanto, o comando do PL em Goiás ainda está com Flávio Canedo, marido da deputada federal Magda Mofatto, principal apoiadora da candidatura do prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (sem partido), ao Governo de Goiás. 

Nos bastidores, corre a informação que o partido pode sofrer intervenção em Goiás e o comando, hoje com Flávio Canedo, ser destinado para o deputado Vitor Hugo. 

Total
28
Shares
Related Posts