Eleições 2022: Sergio Moro vira alvo de ataques bolsonaristas

Sergio Moro se filiou ao Podemos para disputar as eleições de 2022 – (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Ataques de várias lideranças estão sendo publicadas nas redes sociais nos últimos dias

Após oficializar a filiação ao Podemos e o crescimento nas pesquisas de intenção de voto, Sergio Moro se tornou alvo de ataques bolsonaristas. Nesta quarta-feira (23), o ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles chamou Moro de “comunista”.

“A política de Sergio Moro é a política da dissimulação, da traição. O cara aceitou ser político, ser ministro do governo Bolsonaro sabendo que ele não tinha nada a ver com o governo. Ele é de esquerda, ele é contra as armas, a favor de drogas. O Moro é comunista”, disse Salles na TV Jovem Pan, emissora onde é comentarista.

Aqui em Goiás, o ex-vereador por Goiânia Oséias Varão (Republicanos), que agora preside a Frente Conservadora de Goiás, também utiliza as redes sociais diariamente para criticar Moro. Conforme Varão, Moro é uma cópia da ex-presidente Dilma Roussef (PT).

Outra liderança bolsonarista em Goiás, Fred Rodrigues utiliza as redes sociais para pedir aos eleitores que pretendem votar em Moro desistir do voto e escolherem Lula (PT) em 2022. Em sua argumentação, Rodrigues afirma que os eleitores do Moro são “cabos eleitorais de Lula”.

Total
3
Shares
Related Posts