“Estou rezando pelos que me difamaram”, diz padre Robson

Processo contra religioso foi definitivamente arquivado na Justiça 

Nesta quinta-feira (21), padre Robson de Oliveira se manifestou sobre o arquivamento do processo e o fim da investigação sobre supostos desvios de dinheiro da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), durante sua gestão. Na segunda-feira (18), a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou recurso do Ministério Público de Goiás (MP-GO) e manteve o arquivamento do processo.

Nas redes sociais, padre Robson afirmou que “o bem vencerá o mal, a verdade vencerá a mentira, e a salvação vencerá a condenação”, citando o Papa Francisco e argumentou destacou que “há um ano e oito meses foi vítima de uma agressão absurda”. Informou que foi alvo de “constrangimento e humilhação”, ao ter sua casa invadida “da pior maneira que alguém possa imaginar”.

O religioso disse que as acusações não foram capazes de manchar a sua honra e sua história de vida e trabalho. Revelou ainda que reza pelos que o caluniaram. “Estou rezando pelos que me difamaram, me caluniaram, me injuriaram sem medidas nem critérios, desde já os perdoo.”, manifestou Padre Robson.

Total
1
Shares
Related Posts