Gerente de fazenda pede desculpas por ofensas aos goianos

Fernando Rosbach humilha caminhoneiro que pegava milho na lavoura da Fazenda Bianco – (Foto Reprodução Redes Sociais)

Homem classificou o povo do Estado como “goianada”, sem vergonha e sem caráter

Repercutiu mal e causou revolta na população as declarações do gerente da Fazenda Bianco, Fernando Rosbach, em que ele critica os goianos.

“Vou mostrar como faz agora essa goianada roubando milho, não tem vergonha na cara, não tem caráter”, disse.

Esse conteúdo está em um vídeo publicado por ele nas redes sociais na sexta-feira (6) mostrando o flagrante a um motorista de caminhão que pegava milho verde na lavoura da propriedade à beira da estrada, no município de Cabeceiras (GO).

O prefeito de Cabeceiras, Everton Matos (Tuta) exigiu retratação do gerente. “Minhas sinceras desculpas. Não era minha intenção jamais falar aquilo de pessoas de bem. Eu estava chateado com o roubo de umas mudas, peguei o cara roubando milho, então não era para ofender a população”, disse Fernando Rosbach em áudio enviado ao prefeito.

O proprietário da Fazenda Bianco, Arno Bruno Weis, também emitiu nota conjunta com Fernando informando que a propriedade sofre “prejuízos significativos com os exagerados furtos diários de milho”, mas que a declaração “não representa o respeito e a consideração” deles pelo povo goiano. Os dois pedem perdão pelo ocorrido e dizem que “está sendo uma lição duríssima”.

Investigação

Segundo o delegado Thiago Cesar, a Polícia Civil (PC) procura os suspeitos de ameaçar o gerente, que chegaram a dizer que iriam colocar fogo no milharal.

A fazenda, inclusive, também está sendo investigada por plantar o alimento em terras do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Total
1
Shares
Related Posts