Mãe e filha são achadas mortas dentro de córrego

Shirlene Ferreira e Tauane Rebeca foram encontradas mortas em córrego – (Foto Reprodução Redes Sociais)

As duas estavam desaparecidas desde o dia 9 de dezembo. Polícia investiga hipótese de latrocínio

Os corpos de Shirlene Ferreira da Silva, 38 anos, e de sua filha, Tauane Rebeca da Silva, de 14 anos, foram encontrados na noite desta segunda-feira (20) no Córrego da Coruja, área rural do Sol Nascente, em Ceilândia (DF). Mãe e filha estavam desaparecidas desde 9 de dezembro. As informações são do portal Metrópoles.

Esta é a mesma área Cleonice Marques de Andrade, uma das vítimas de Lázaro Barbosa, foi morta pelo maníaco que aterrorizou o DF e o Entorno, em junho passado. 

As duas teriam saído de casa com a intenção de passear pela região, mas não voltaram para casa. O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF) foi acionado e iniciou uma operação que durou 7 dias, com cães farejadores e drones.

A primeira linha de investigação era de que mãe e filha teriam se afogado, levadas por uma possível tromba d’água, no Córrego da Coruja.

Mas agora a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) trabalha com a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte), uma vez que a mochila que estava com as duas não foi encontrada.

O autor das mortes de Shirlene e Tauane ainda não foi identificado.

Os peritos da PCDF iniciaram, nas primeiras horas desta terça-feira (21), levantamento no local e analisam se há vestígios de DNA nas unhas ou roupas que possam levar à identificação do autor do crime bárbaro.

Outra evidência importante para os policiais é uma camiseta cinza que foi encontrada perto de onde os corpos estavam e que não pertence a nenhuma das vítimas.

Total
24
Shares
Related Posts