“Março será o pior mês que vamos enfrentar”, alerta Caiado sobre a Covid-19

Governador Ronaldo Caiado pede que a população respeite as regras de combate a disseminação da Covid-19 – (Foto: Reprodução)

Governador destaca que Estado adota todas ações no intuito de reduzir impactos da pandemia, mas reforça necessidade de conscientização

O governador Ronaldo Caiado (DEM) adotou um tom de preocupação em relação à pandemia, nesta segunda-feira (22), e reforçou o pedido de conscientização. “Março será o pior mês que vamos enfrentar a Covid-19 com essas variantes que chegaram até nós”, declarou.

“Por favor, eu peço que mantenham o uso de máscara, o afastamento, a higienização das mãos, porque a demanda está sendo muito maior que na primeira onda”, reforçou o governador.

Caiado afirmou que todas as ações do Estado nos últimos meses têm sido no sentido de reduzir os impactos da pandemia e de, principalmente, salvar vidas. Ele exemplificou sua fala com a considerável expansão hospitalar regionalizada. “Estamos hoje com muito mais leitos de enfermaria e de UTI do que na primeira onda, e a demanda está cada dia maior. Só nesta semana serão mais 50 leitos abertos”, assegurou.

No entanto, apesar dos esforços do poder público, o governador frisou que o atual cenário requer a colaboração de todos. “Se não tivermos a contrapartida da população, fica difícil. Já disse e repito: há limitação, principalmente das nossas equipes na área de saúde. Estão estafadas, sobrecarregadas, alguns não suportam a carga do volume de trabalho e isto tem sido um fator extremamente preocupante”, ressaltou.

Total
0
Shares
Related Posts