Nova sessão de julgamento de Maurício Sampaio é marcada para junho

Advogados abandonaram o tribunal e foram multados em 100 salários mínimos

Depois de ter negados todos os pedidos de adiamento da sessão do Tribunal do Júri feitos ao Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) e Superior Tribunal de Justiça (STJ), a defesa de Maurício Borges Sampaio abandonou o plenário no julgamento marcado para esta segunda-feira (02) e a nova sessão foi agendada para 13 de junho.

A representação feita pelos defensores de Maurício Sampaio no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), de suspeição dos promotores de Justiça, também foi arquivada.
Além de designar nova data, o juiz Lourival Machado Costa determinou a intimação da Defensoria Pública para fazer a defesa de Sampaio no plenário e aplicou multa de 100 salários mínimos aos advogados Luiz Carlos da Silva Neto e Bruno Franco Lacerda Martins.

O cartorário seria julgado, em conjunto com Ademá Figueredo Aguiar Filho, Djalma Gomes da Silva, Urbano de Carvalho Malta e Marcus Vinícius Pereira Xavier, pelo assassinato do radialista Valério Luiz de Oliveira.

Total
1
Shares
Related Posts