Polícia investiga empresa suspeita de receptação de mercadorias em Porangatu

Grande quantidade de bebida foi encontrada no galpão da empresa sem comprovação lícita da sua origem – (Foto Divulgação PCGO)

Operação Triângulo das Bebidas II foi lançada na manhã desta quarta-feira (29). Alvo das investigações foi uma grande empresa de revenda de bebidas localizada no município

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar) e da 12ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Porangatu, deflagrou nessa quarta-feira (29), a segunda fase da Operação Triângulo das Bebidas.

Nesta fase, o alvo das investigações e da fiscalização foi uma empresa de revenda de bebidas localizada no município de Porangatu.

No local foi identificada grande quantidade de bebidas, refrigerantes e cervejas sem qualquer comprovação lícita de sua origem, sobre a quais recaem suspeitas de serem originárias de subtrações de cargas e ainda de esquemas de sonegação fiscal.

Os proprietários figuram como investigados nos crimes de organização criminosa, sonegação fiscal e receptação. O prejuízo aproximado causado com as práticas delitivas ultrapassa R$ 500 mil. As investigações prosseguem e não se descarta a possibilidade de outros envolvidos no esquema criminoso.

A operação contou ainda com apoio do Batalhão Fazendário da Polícia Militar de Goiás (PMGO) e de auditores fiscais da Secretaria Estadual de Economia.

Como o nome da empresa não foi divulgado, o Goiás 365 não localizou a defesa dos empresários para manifestação.

Total
1
Shares
Related Posts