Quatro vereadores de Goiânia são investigados por homofobia

Cabo Senna, Sargento Novandir, Gabriela Rodart e Thialu Guiotti são alvos de inquérito – (Foto: Motagem/Reprodução)

Câmara Municipal informa que ainda não foi notificada sobre o inquérito

Os vereadores Goiânia Sargento Novandir (Republicanos), Thialu Guiotti (Avante), Gabriela Rodart (DC) e Cabo Senna (Patriota) são alvos de inquérito aberto pela Polícia Civil (PC). A informação é do G1.

Conforme a investigação, os parlamentares são suspeitos de terem proferido discurso preconceituoso na Câmara Municipal de Goiânia, durante uma discussão sobre uma propaganda de uma rede de fast food. A propaganda alvo das declarações celebrava o Dia Internacional do Orgulho Gay. Conforme a investigação, as declarações foram realizadas no dia 29 de junho.

Gabriela Rodart afirmou que “é uma honra ser processada por defender o direito natural e a doutrina da Igreja Católica, ainda sob protestos daqueles que negam a verdade”.

Guiotti disse que “não existe ofensa a ninguém”. Já os vereadores Cabo Senna e Sargento Novandir não se pronunciaram sobre o caso. A Câmara Municipal de Goiânia informou que ainda não foi notificada sobre o inquérito.

Se os parlamentares forem condenados, podem responder pelo crime de homofobia, em razão da discriminação em razão da orientação sexual ou identidade de gênero, que imputa pena de 2 a 5 anos de prisão.

Total
1
Shares
Related Posts