VÍDEO: Buraqueira transforma Porangatu num “queijo suíço”

Buracos e lama incomodam moradores de Porangatu – (Foto Reprodução Redes Sociais)

Moradores gravam vídeos e fazem fotos para denunciar a grave situação

As chuvas estão provocando estragos em rodovias e nas vias urbanas. É uma situação recorrente nesta época do ano, quando chove muito.

Mas o problema parece ter mais intensidade em Porangatu, cidade considerada capital do Norte de Goiás.

A buraqueira chama a atenção dos moradores que gravam vídeos e fazem fotos para postar nas redes sociais e denunciar a grave situação.

“Virou um queijo suíço”, disse um morador ao Goiás 365 ao denunciar o fato e cobrar providências imediatas da prefeitura.

Muitos acusam a prefeita Vanuza Valadares (Podemos) de ser a responsável por não dar conta de contornar o problema. Outros a defendem dizendo que a situação seria a mesma com qualquer prefeito.

Alguns vídeos denunciam a gravidade do problema – mostram muitos buracos e lama – e mancham a imagem de gestora de Vanuza Valadares que já é questionada nas redes sociais, como este feito por um morador, na Avenida Federal, que mostra a dificuldade de um motorista sendo arrastado por outro veículo.

Na Avenida Brasil, nas proximidades da Escola Municipal Jesuíno Gonçalves dos Reis, na Vila Record, a situação mostrada também é crítica.

No vídeo dá para ver a buraqueira na região e a dificuldade de quem trafega no local, apenas mais um dos inúmeros com o mesmo problema na cidade.

Essa é a “cidade inteligente” da prefeitura, questiona outro morador num aplicativo de conversas instantâneas.

Nas ruas, as pessoas já chamam Porangatu de a “República dos Buracos” e dizem que não dá para esperar o fim do período chuvoso para tapar os buracos.

Veja o vídeo:

Resposta

A assessoria de imprensa informou que a prefeitura de Porangatu faz trabalho paliativo por causa da intensidade das chuvas e que, quando cessarem, será feito tapa-buraco e recapeamento.

NOTA RESPOSTA – SECOM PORANGATU

A prefeitura de Porangatu informa que o município assim como boa parte da região central do país está passando por um momento atípico de um período chuvoso intenso. Só pra se ter uma ideia choveu nas ultimas semanas quase 70%, um volume de chuvas, bem acima do esperado para o mês inteiro. As constantes chuvas não tem permitido fazer uma manutenção ideal nas ruas por meio da operação tapa-buracos já que as condições climáticas e estruturais do asfalto não tem sido compatível para que se faça um trabalho permanente e de qualidade, caso contrário é desperdiçar dinheiro, uma vez que a massa asfáltica seria levada pelas águas. De antemão a secretaria de transportes e obras tem feito um serviço paliativo em várias partes da cidade, colocando pedras nos buracos para amenizar o transtorno. Assim que cessarem as chuvas e quando as condições meteorológicas forem favoráveis as equipes começarão de imediato o trabalho de recuperação dos trechos danificados incluindo recapeamento asfáltico em alguns lugares da região central.

Total
1
Shares
Related Posts