A mando da mãe, filha procura pistoleiro na internet para matar o pai

Pesquisa para encontrar um assassino profissional para cumprir a missão foi feita no Google

O Ministério Público e a Polícia Civil descobriram e denunciaram uma trama macabra de parte de uma família, liderada pela mãe, para a matar o progenitor.

Uma missão especial foi dada pela mãe Flordelis à filha Marzy Teixeira da Silva: contratar um pistoleiro para matar o pastor Anderson do Carmo.

Ainda segundo os investigadores, a deputada entendia que matá-lo seria melhor do que se divorciar de Anderson do Carmo.

Policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, descobriram que Marzy pesquisou no Google por termos que a fizesse encontrar alguém para assassinar o próprio pai.

No inquérito consta a pesquisa feita por Marzy utilizando as frases:

– “Assassino onde achar”
– “Alguém da barra pesada”
– “Barra pesada online”

A filha de Flordelis ainda fez buscas por venenos para matar Anderson do Carmo.

Ele foi internado pelo menos cinco vezes com sintomas de envenenamento, segundo a polícia:

Marzy fez as seguintes pesquisas no Google:

– “Veneno para matar pessoa que seja letal e fácil de comprar”
– “Cianeto de cobre”

A própria Marzy confessou que procurou outro filho do casal, Lucas César dos Santos, a fim de contratá-lo para assassinar o pastor Anderson.

Lucas é um dos filhos adotivos do casal que deixou a casada família por não ser bem tratado. Ele foi morar sozinho e passou a integrar uma facção criminosa.

Para matar o pastor, Marzy, a mando de Flordelis, segundo as investigações. teria oferecido a quantia de R$ 10 mil.

Relógios também foram prometidos ao rapaz para a execução do crime. Entretanto, Lucas divulgou o plano a outras pessoas.

Os relatos, em mensagens de texto, chegaram ao iPad do pastor Anderson, que foi perguntar a outros filhos do casal o que estava acontecendo.

Às 3h30 da madrugada do de 16 de junho de 2019, o pastor Anderson do Carmo foi assassinado com mais de 30 tiros.

Flordelis e mais 10 pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público do Rio de janeiro pela morte do pastor Anderson do Carmo

Presos na Operação Lucas 12

– Marzy Teixeira da Silva (filha adotiva): cooptou Lucas para matar o Pastor Anderson. Também participou dos envenenamentos;

– Simone dos Santos Rodrigues (filha biológica): responsável pelos envenenamentos. Simone buscou informações sobre uso de veneno na internet;

– André Luiz de Oliveira (filho adotivo): ex-marido de Simone, foi flagrado em conversas com Flordelis combinando o envenenamento;

– Carlos Ubiraci Francisco Silva (filho adotivo): pastor, é citado por participação no planejamento da morte;

– Adriano dos Santos (filho biológico): auxiliou no episódio da carta falsa;

– Andreia Santos Maia (mulher do ex-policial Marcos): auxiliou no episódio da carta falsa.

Rayane dos Santos Oliveira (neta): buscou por assassinos para as tentativas anteriores, como Lucas. Estava no apartamento funcional da mãe.

Já estavam presos

-Flavio dos Santos Rodrigues (filho biológico): apontado como autor dos disparos, já estava preso e teve um mandado de prisão expedido nesta segunda;

– Marcos Siqueira (ex-policial): auxiliou no episódio da carta falsa e já estava preso com mais um mandado de prisão expedido nesta segunda.

Lucas Cezar dos Santos (filho adotivo): já estava preso, mas não teve mandado de prisão nesta operação.

Com imunidade

– Flordelis dos Santos de Souza: é a mentora do crime. Responderá por homicídio triplamente qualificado; tentativa de homicídio duplamente qualificado; associação criminosa majorada; uso de documento ideologicamente falso e falsidade ideológica.

Obs: o nome da operação se refere a uma passagem bíblica que lembra uma fala de Jesus a uma multidão.

Total
8
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts