Acusado de jogar corpos de mulheres em cisterna morre em tiroteio com a polícia

Jovem entrou em motel e cometeu o crime de latrocínio. Ao ser abordado, atirou nos policiais, mas foi baleado

Acusado de assassinar a tiros e jogar os corpos de Cleide Cavalcante, de 52 anos, e Simone Garcia, de 53 anos, dentro de uma cisterna em um motel, em Caiapônia, no Sudoeste Goiano, Tony Henrique Peres, de 21 anos, foi morto a tiros durante confronto com policias militares na noite desta segunda-feira, numa mata, na BR-158.

Cleide Cavalcante e Simone Garcia foram as vítimas do latrocínio (Foto Reprodução)

Segundo a PM, o investigado, ao perceber a presença dos policiais se aproximando dele, atirou e foi baleado em seguida.

Por ser uma área afastada da cidade e não existir sinal de telefone ou internet, a PM teve que socorrer o suspeito, mas este já chegou morto ao hospital.

Tony Henrique Peres havia saído da prisão apenas um dia antes do assassinato das duas mulheres no motel.

Crime

As duas vítimas eram funcionárias do motel e os corpos foram encontrados no domingo, dia 13, após a filha de uma das vítimas ter acionado a polícia dizendo que sua mãe não havia chegado em casa depois do expediente.

A Polícia Militar foi até o estabelecimento, que estava fechado. O dono foi chamado e levou as chaves ao motel. Durante as buscas eles perceberam que circuito de câmeras de segurança havia sido danificado. Os corpos foram encontrados logo em seguida, dentro da cisterna.

O autor do crime foi filmado ameaçando as vítimas com o um revólver e teria levado uma quantia em dinheiro. 

Total
3
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts