Adolescente ajudou a esclarecer morte de Danilo

Menor disse que viu quando os dois responsáveis pelo crime entraram com a criança na mata

A descoberta dos autores do assassinato de Danilo Sousa da Silva, de 7 anos, contou com a ajuda muito importante de uma testemunha menor de idade.

Esse adolescente disse à polícia que Reginaldo Lima Santos, de 33 anos, e Hian Alves de Oliveira, de 18 anos, entraram com a criança na mata, no final da tarde do último dia 21 de julho, data em que o garoto desapareceu.

Apesar da autópsia inicial, realizada na segunda-feira, dia 27, quando o corpo foi encontrado, mostrar que Danilo apresentava lesões na região perianal, o delegado descartou a possibilidade que o menor tenha sido estuprado.

“Ele de fato teve as nádegas machucadas pelo pedaço de madeira, mas a própria perícia constatou, posteriormente, que não houve violência sexual, mas sim agressões com o mesmo pedaço de madeira com que o padrasto bateu nele em outras partes do corpo.

O short que ele vestia, inclusive, nem foi retirado pelas agressões”, concluiu Rilmo Braga, delegado que investiga o caso.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts