Advogado é acusado decapitar 5 cães e furtar casa da madrasta

O homem teria decapitado os quatro filhotes de cachorro e as deixado na porta da casa da vítima – (Foto: Reprodução)

Caso foi registrado na cidade de Formosa e está sob investigação da Polícia Civil

A Polícia Civil concluiu nesta terça-feira (09), inquérito policial que apura a decapitação de cinco cães ocorrida no final do mês de março de 2021, no município de Formosa. Um advogado de 30 anos é apontado como autor do crime e será indiciado por maus-tratos a cachorros com resultado morte e furto qualificado.

Segundo o delegado Paulo Henrique Ferreira Santos, responsável pelo caso, o investigado teria subtraído os animais de uma propriedade rural pertencente ao seu pai, o qual havia falecido dias antes. O ato seria uma forma de ameaçar a madrasta a respeito das tratativas das questões patrimoniais relacionadas aos bens deixados pelo pai.

O homem teria ido até a fazenda de propriedade do falecido, local que ainda abrigava pertences da viúva, recolhido a cadela e seus quatro filhotes e teria cortado as cabeças e as deixado na porta da casa da vítima, na cidade.

No curso do processo, vítima e suspeito fizeram um acordo extrajudicial para partilha dos bens, no qual constava a desistência de ações penais. “O crime de maus-tratos e o de furto, porém, não dependem de representação da vítima”, explicou o delegado.

No curso das investigações, consta ainda a ocorrência de furto na casa da madrasta do investigado. O homem teria entrado no imóvel e tomado para si alguns bens que, na concepção dele, pertenceriam ao falecido pai.

Total
12
Shares
Related Posts