Caiado: Vacinação contra Covid-19 deve começar entre 10 e 20 de fevereiro

Caiado ainda fez questão de agradecer as orações e as mensagens que tem recebido – (Foto: Wesley Costa)

A partir do segundo mês de 2021, imunização começa de forma igualitária em todo o País, sem distinção por Estado, com prioridade para grupos de risco

A data prevista para que o Ministério da Saúde dê início ao Programa Nacional de Imunização contra a Covid-19, que vai alcançar todos os brasileiros, sem distinção por Estado, é entre 10 e 20 de fevereiro de 2021. A informação foi citada pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) em entrevista exclusiva ao Bom Dia Goiás, da TV Anhanguera, na manhã desta terça-feira (22), e, posteriormente, em coletiva de imprensa.

“Já temos data marcada para iniciar a campanha nacional. Vamos ter a vacina a partir do dia 10 de fevereiro e priorizar aqueles que têm as maiores complicações. Ao evitar a contaminação dessas pessoas, nós diminuiremos a ocupação dos leitos hospitalares e o risco de óbito”, pontuou o governador.

Caiado destacou que a estimativa é que haja no segundo mês do próximo ano 60 milhões de doses disponíveis, que serão destinadas aos grupos de maior risco. “Temos 600 mil vacinas da Pfizer chegando em janeiro, 6 milhões da Coronavac até 20 de janeiro. Em fevereiro, teremos no Brasil a produção de 30 milhões de vacinas/mês do Butantã e da Fiocruz, 15 milhões. Também a vacina russa, que está sendo produzida por um laboratório em Brasília, com capacidade de entregar 10 milhões de doses”, relatou o governador.

O governador também informou que a Universidade Federal de Goiás (UFG) já se prontificou a fornecer equipamentos de refrigeração para armazenar as doses da Pfizer, que necessitam de temperaturas abaixo de 70 graus Celsius. Sobre seringas, agulhas, equipamentos de proteção individual (EPIs) e demais insumos necessários, Caiado assegurou que o planejamento está bem resolvido.

Em relação as comemorações de final de ano, Caiado fez um apelo à população: “Vamos cancelar este ano, fazer uma coisa mais íntima, para que em 2022 possamos comemorar em dobro. Estamos tão perto da vacina. Vamos esperar. Já superamos todo um ano sem perspectiva de data”.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts