Gilmar Mendes manda soltar Baldy

Ministro do STF afirma que “não há fundamentação idônea” para a prisão do progressista

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes mandou soltar o presidente do Progressistas em Goiás e secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy. A decisão foi tomada na noite desta sexta-feira (07), sob a argumentação de que a ação é ilegal.

“A prisão temporária não pode ser uma prisão para averiguações”, argumentou o ministro. O jurista ainda reforçou que “não há fundamentação idônea” para a prisão do progressista.

Baldy foi preso na última quinta-feira (06), na Operação Dardanários, que é desdobramento da força tarefa da Lava Jato. A investigação apura crimes cometidos no âmbito da Saúde nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro envolvendo órgãos federais.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts