Governo abre inscrições do programa Aluguel Social para famílias de Goiânia

Solicitações já podem ser feitas pelo site www.agehab.go.gov.br, ou presencialmente, na sede da Agência Goiana de Habitação

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), abre inscrições do programa Pra Ter Onde Morar – Aluguel Social para os moradores de Goiânia. O prazo termina na terça-feira (14) e os interessados podem fazer a solicitação pela internet, no site www.agehab.go.gov.br, ou pessoalmente na sede da Agehab, na Rua 18-A, nº 541, Setor Aeroporto. Para a capital, foram disponibilizados 3 mil benefícios.  

Entre os requisitos para pleitear a participação no programa estão o superendividamento, possuir inscrição no Cadastro Único (CadÚnico) no município de Goiânia, ser pessoa e/ou família em vulnerabilidade socioeconômica, ter mais de 18 anos ou ser emancipado, e morar em Goiânia por no mínimo três anos. Alguns grupos são prioritários como idosos, pessoas com deficiência e vítimas de violência doméstica. 

A nova linha de atendimento à população de baixa renda, o Pra Ter Onde Morar – Aluguel Social é uma iniciativa que visa combater, de maneira imediata, com subsídio para locação de imóveis, a falta de moradias. A meta do governo é atender cerca de 30 mil famílias goianas, conforme demanda mapeada por meio de inscrições na Agehab. Para Goiânia, foram disponibilizados 3 mil benefícios. 

A principal finalidade do programa é combater o déficit habitacional no Estado, com atendimento aos casos mais urgentes que ferem a dignidade dos cidadãos goianos mais vulneráveis financeiramente. “Se tem um ponto do qual nós, no Governo de Goiás, não nos distanciamos, nem um minuto, é cuidar das famílias mais vulneráveis do Estado”, destacou o governador Ronaldo Caiado (DEM).

Será concedido auxílio financeiro no valor mensal de R$ 350 para contemplar famílias sem casa própria que se enquadrarem nos requisitos e que têm dificuldade de arcar com custos do aluguel, por até 18 meses. Caso haja aval da assistência social da Agehab, ao final desse período, ele poderá ser prorrogado para mais 18 meses, conforme a evolução da situação. A proposta do Governo de Goiás é subsidiar locação de imóveis até que as famílias estejam aptas a receber a moradia definitiva. Os recursos disponíveis são provenientes do Fundo de Proteção Social do Estado de Goiás (Protege).

Total
2
Shares
Related Posts