Homem é linchado sob acusação de ter estuprado uma adolescente

Jardim Carapina, em Serra, bairro onde acorreram o estupro e o linchamento (Foto Arquivo)

Cerca de 20 moradores do bairro onde a vítima mora matou o acusado a pauladas e deixou outro ferido

O pedreiro Aurito Damacena Bananeira, de 54 anos, foi linchado na noite de sábado (19) depois de ser acusado de estuprar uma adolescente de 16 anos.

Ele foi espancado e arrastado por quase um quilômetro pelas ruas do bairro Jardim Carapina, na Serra (ES), depois de ser acusado de estupro pela adolescente.

Aurito Damacena estava acompanhado de outro homem na hora do crime, que está foragido. Conforme os moradores do bairro, cerca de 20 pessoas agrediram o homem a pauladas até a morte.

A adolescente relatou que estava em um baile clandestino e voltava para casa com outra amiga quando caiu em uma escadaria e se machucou.

Por estar bêbada, ela não conseguiu se levantar. Foi quando a amiga saiu para buscar socorro. Ao retornar, a moça já não estava mais no local.

A vítima foi encontrada pela amiga e outro jovem por volta de 8 horas da manhã deste domingo (20), e uma casa abandona próxima a escadaria. Ela disse aos amigos que tinha sido estuprada pelos dois homens, mas que não se lembrava quem eram os suspeitos.

Ela disse, no entanto, que os dois homens teriam ameaçado outras jovens que passava pela escadaria.

Com essa informação, um grupo de cerca de 20 moradores foi até a casa do pedreiro e os agrediu. Aurito morreu no local. O outro suspeito teria se fingido de morto e conseguiu fugir.

A Polícia Militar foi até o Jardim Carapina e encontrou Aurito já morto, amarrado com sinais de espancamento e afundamento no crânio.

O caso está sendo investigado pela da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Serra. Até agora, nenhum dos acusados pelo linchamento foi preso.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts