Homem é preso acusado de matar companheira a socos

Luciane foi assassinada pelo companheiro Rondinele – (Foto Reprodução)

Denunciado vai responder por feminicídio e pode pegar até 30 anos de cadeia

Luciane Simão Silva, de 42 anos, foi agredida com socos pelo companheiro Rondinele Pereira da Silva, de 34 anos, no meio da rua, próximo da sua casa. A brutalidade dos golpes deixou o rosto de Luciane desfigurado.

As agressões ocorreram na quarta-feira (16) na Fercal, região de Sobradinho (DF), e a vítima faleceu três dias após o espancamento.

Ela foi levada ao hospital, onde foi atendida. No sábado (19) foi mandada de volta para casa. Com o rosto bastante inchado, o irmão dela a levou novamente ao Hospital Prontonorte no domingo (20). A vítima morreu no mesmo dia.

Rondinele Pereira foi preso, em flagrante, na manhã desta segunda-feira (21), e levado para a 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho), onde o caso é investigado.

Luciane já havia registrado ocorrência Maria da Penha contra Rondinele, em 2017, após sofrer agressões do companheiro. As medidas protetivas venceram meses depois e o casal voltou a se relacionar.

O delegado-chefe da 13ª Delegacia de Polícia, Hudson Maldonado, afirmou que Rondinele responderá pelo crime de feminicídio. O acusado pode pegar até 30 anos de prisão.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts