Prefeita eleita de Porangatu trabalha projeto de revitalização da Lagoa Grande

Vanuza reforçou que um espaço próprio, organizado e ambientalmente constituído dentro das normas ambientais é sinônimo de qualidade de vida – (Foto: Reprodução)

Conforme Vanuza Valadares, os objetivos dos projetos são focados no respeito e preservação da fauna e flora do município

A prefeita eleita de Porangatu, Vanuza Valadares (Podemos), já trabalha o projeto de revitalização da Lagoa Grande. Nesta semana, técnicos do Ministério do Meio Ambiente realizaram uma vistoria na lagoa e no lixão da cidade. Também participaram da vistoria o vice-prefeito eleito, Capitão Pires (PSL), funcionários da Saneago, equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, vereadores eleitos, representantes do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), da Associação Comercial e Industrial de Porangatu (Aciap), entre outras lideranças.

A vistoria foi realizada com objetivo de obter uma avaliação de caráter técnico das ações de viabilidade para a execução dos projetos de revitalização do cartão postal da cidade. Além disso, foram levantados os principais problemas relacionados à fauna e a qualidade da água do local.

Já na área do lixão da cidade foi constatado pelos técnicos que será necessária a aquisição de uma nova área para implantação do aterro sanitário. Atualmente, Porangatu integra um consórcio intermunicipal para gestão, controle e destinação dos resíduos sólidos em parceria com municípios vizinhos. Neste caso, os gestores municipais pretendem pleitear recursos, junto ao Governo Federal, para viabilizar a execução definitiva do projeto de controle ambiental.

Vanuza reforçou que um espaço próprio, organizado e ambientalmente constituído dentro das normas ambientais é sinônimo de qualidade de vida e geração de emprego e renda para o município. Conforme a prefeita eleita, os objetivos dos projetos são focados no respeito e preservação da fauna e flora de ambos os locais, assim como a implementação de uma política de desenvolvimento sustentável do município.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts