Vereadora de Goiânia é alvo de processo de cassação de mandato 

Parlamentar mudou de sigla fora da janela partidária 

Nesta semana, o Democracia Cristã (DC) protocolou uma Ação de Decretação de Perda de Mandato Eletivo por Infidelidade Partidária, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO), com pedido para a perda de mandato da vereadora Gabriela Rodart. A ação aponta infidelidade partidária, uma vez que a vereadora trocou o DC pelo PTB, fora da janela partidária. Vale destacar que a janela partidária foi aberta neste ano apenas para deputados estaduais e federais.

O presidente estadual do DC, Alexandre Magalhães afirma que a cadeira ocupada pela parlamentar é do partido e, por isso, deve ser repassada ao primeiro suplente. 

Por meio de nota, a vereadora Gabriela Rodart explicou que tentou desfiliar do DC por justa causa e que tem sido alvo de “grave discriminação pessoal pelo partido”. “Ainda durante a campanha, percebi o desprestígio da candidatura, de modo que houve maior empenho da direção do antigo partido para outros candidatos.”, pontuou.

A vereadora deixou os quadros do DC e se filiou ao PTB. Inclusive, na próxima segunda-feira (09), ela assumirá o comando do PTB metropolitano.

Total
11
Shares
Related Posts