MP apura possível situação de nepotismo

Inquérito foi instaurado para investigar o caso

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) instaurou inquérito civil público para apurar possíveis atos de improbidade administrativa. O caso é apurado no município de Vila Propício, decorrente da prática de nepotismo.

Há informações de que o prefeito, Cirley Rodrigues de Araújo (PTB), teria nomeado parentes próprios e de vereadores, para o exercício de cargos comissionados.

A promotora de Justiça Márcia Cristina Peres tomou a medida preventiva de recomendar ao prefeito a imediata exoneração de todos esses servidores comissionados. Além disso, também foi recomendada a rescisão com os prestadores que possam ter vínculo de parentesco com a autoridade nomeante, inclusive com os vereadores.

Conforme o MP, o número de casos seria de pelo menos cinco parentes que exercem cargos comissionados ou prestam serviços ao município.

Total
7
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts