Polícia cada vez mais próxima de elucidar morte de Danilo

Trabalho da força-tarefa da Polícia Civil que investiga o caso foi prorrogado até o dia 8 de agosto

A investigação da morte de Danilo de Sousa Silva, de 7 anos, já tem alguns suspeitos, o que coloca a Polícia Civil cada vez mais próxima de elucidar o caso.

Os investigadores já coletaram material genético de algumas pessoas para fazer checagem e possível identificação por DNA.

São várias linhas de investigações.

Quatro celulares de pessoas próximas a Danilo também foram apreendidos. A polícia está fazendo a checagem para saber onde esses aparelhos estavam no dia do desaparecimento do garoto, em 21 de julho, e por quais locais passaram antes e depois do sumiço.

Os policiais estão realizando diligências de campo na região do Parque Santa Rita, laudos periciais e ouvem familiares, vizinhos e membros da comunidade local.

Peritos da Polícia Técnico-Científica estão analisando objetos encontrados no local em que o corpo foi encontrado, a cerca de 100 metros da casa da vítima.

A força-tarefa com 20 agentes iniciada na quarta-feira, dia 29, para elucidar o mistério, foi prorrogada e terá até o dia 8 de agosto para apresentar suas conclusões.

O corpo de Danilo foi encontrado na tarde de segunda-feira, dia 27.

Ele morreu afogado, segundo a Polícia Civil, que investiga agora se o menino sofreu abuso sexual antes de ser assassinado.

Qualquer informação pode ser repassada para a polícia pelo telefone nº 197.

A identidade do informante será mantida em sigilo.

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts